Exemplo de dois referenciais que não conservam a simultaneidade

Dois acontecimentos podem ser simultâneos em relação a um referencial X1,T1 (azul) e não em relação a um outro X2,T2 (verde).

Os acontecimentos A eB são simultâneos no referencial X1,T1 (azul) e correspondem ao tempo T1 = 4,0.

No referencial
X2,T2 (verde) estes acontecimentos não são mais simultâneos.
Os dois acontecimentos correspondem a momentos diferentes em relação a este referencial ( diferencia de 2,8 sec ).

Ao contrário, as distâncias entre os dois acontecimentos são as mesmas nos dois referenciais ( 8,0 cm).